Terça-feira, 15 de Novembro de 2005

Obrigada do fundo do meu coração...Rainman

bluemoon.jpg

Passei a tarde a olhar para o mar,divertida a conversar.

Distraída com o tempo,começei a sentir uma sensação estranha....de que é suposto acontecer qualquer coisa e eu sei o que é.
Corri para onde me esperavam...cheguei a tempo.

Agora sento-me no meu quarto e penso no que aconteceu.
Cheia de espanto num quase amor....
Aqui sentada na luz que ela derrama pela minha janela...não queria que fosse já.
Ainda não me queria despedir...ainda não.
Na minha cabeça distraída desenhei um percurso e sabia onde ele iria dar,sabia que um fim chegaria.Um fim que permite,como todos os fins um novo princípio.Mas quando o fim chega na realidade é sempre,por mais previsto,algo inesperado.

Lembro-me de quando aprendi a andar de bicicleta... tentava equilibrar-me naquele gigante,quase não chegava com os pés ao chão.Tremia por todo o lado...até que uma mão forte agarrava o banco onde eu estava sentada,e a segurava o suficiente para eu poder pedalar um pouquinho.O problema é que eventualmente tinha de me largar...para eu poder apanhar o meu impulso próprio,e conseguir sozinha.
Muitas vezes assim que me largaram eu caí...muitos joelhos esfolados,muitas nódoas negras.

Mas lembro perfeitamente da primeira vez que aquela mão me soltou e que consegui andar sozinha.
Nos primeiros sengundos um susto que se trasforma num grande sorriso.
Hoje vivi outra vez esses primeiros segundos.Numa mistura de medo,surpresa absoluta,uma separação...que sinto demasiado repentina,mas não menos necessária.
Chegou a altura de caminhar por mim própria,nunca esperei que fosse hoje.

Hoje,claro...Lua cheia.

Por momentos apeteceu-me chorar,aquele adeus tão súbito,não queria perder mais uma pessoa importante para mim...tive de me lembrar de que não era absoluto nem final.Significa que estou pronta,e isso abre um novo caminho....um que eu nunca percorri sozinha.


O meu.


--------------

Aware
publicado por aware às 19:56
| comentar
|
3 comentários:
De a 15 de Novembro de 2005 às 23:12
Estou orgulhoso de ti. Vais percorrer o teu caminho...e vais sair-te bem, confio em ti!Samuel
(http://www.samuelcoelho.blogspot.com)
(mailto:unklesamuel@hotmail.com)
De a 15 de Novembro de 2005 às 22:53
Adorei a partilha desse momento já tão longinquo. .da bicicleta. Realmente foi uma comparação bem feita .. quantas vezes tentamos percorrer o caminho sozinhos, tentando encontrar orientação e fazendo as nossas proprias escolhas e acabamos por tropeçar e pior que tudo magoar ou magoar alguém? Várias, não é? O fim é como as verdades .. nada é irreversivel.. mas também não diria que seja ciclico mas sim um percurso continuado e "constantemente diferente". bj****Ser-se em Palavras
(http://www.longtakk.blogs.sapo.pt)
(mailto:golden_sky_@hotmail.com)
De a 15 de Novembro de 2005 às 21:57
Aware oláaaaaaaaaaaaaaaaaa......gostei imenso deste post adorei em especial esta frase...Um fim que permite,como todos os fins um novo princípio. é mesmo o fim de uma coisa acaba por ser sempre o inicio de outra....por isso não vale a pena o desespero. Beijo cheio de aromas. Eu tb já tinha saudades de te ler.Vou tentar não perder o contacto.Pk não colocas um template e um selo para te linkarmos? Se quiseres dou uma ajuda.Ana Luar
(http://aromademulher.blogs.sapo.pt/)
(mailto:luar_zita@msn.com)

Dezembro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30
Hit Counter

...recent dreams

Home

The gates

sidartha

Burnt Wings

Ouro

Sleepwalker

Red

Luz e solidão.

Art of Peace

golden brown

...other dreams

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

...other dreamers