Segunda-feira, 14 de Novembro de 2005

Livros malfadados livros...



!!Warning!!
Venture into this post at your own risk...

Isto tudo porque ando há uns tempos para escrever sobre uns livros que tenho lido.
Tornam sonhar difícil...são de um realismo absoluto.O real absoluto não permite sonhos ou invenções,quase não permite sentimentos.A seriedade do pensamento científico e a sua ânsia de consolar e libertar o homem através da imposição de verdades só para as derrubar e substituir acaba por restringir o nosso mundo em vez de o libertar.Dá-nos prespectivas deliciosamente diferentes mas esse sabor de conquista é efémero.
Não esplica o vazio...nem a ausência,não me ajuda a sonhar.Sonhar é talvez a última fuga à realidade.A divindade em sonhar ou em viver...desaparece.Faz me pensar que o que sinto não é real...que não está lá ninguém.O oposto do que preciso para continuar.O que preciso afinal?

Nota para referência futura:Não dar livros que explicam o universo da mente humana a alguém já de si perdido.

Faz-me pensar nas realidades que a humanidade criou ao longo do tempo,como a fé,as tradições,a religião,a ciência...tudo para obter uma sensação de segurança,uma pedra basilar em que nos apoiamos para sentirmos que podemos controlar o incontrolável,definir o invisível e quantificar o absoluto.Tentamos capturar o que sentimos ser a realidade com definições.Porque aceitar a qualquer coisa que não percebemos é torná-la invisivel...

Espanta-me existir quem consiga dizer 'há realidades que não nos podemos dar ao luxo de ignorar'.A realidade é uma coisa tão indefinivel como aberta a discussão...e acima de tudo nunca posta de parte.Ignoramos é do que ela é feita.
Talvez a filosofia seja só um jogo de intelectuais,um jogo onde a parada é cada vez mais alta,onde um homem sem deuses tenta suplantar o seu predecessor.Faz-nos acreditar e desacreditar tudo.

É só impressão minha ou Nietsche ridiculariza todos os esforços que a humanidade fez para sair da lama primordial em que foi concebido?Comecei a lêr 'Para além do bem e do mal' e começei a ficar chateada sem saber bem porquê,voltei ao principio e consegui vê-lo imediatamente.Nunca vi ninguém com maior falta de humildade e tacto na vida...um pensador a criticar outros pensadores por terem o rei na barriga,transformando-se exactamente naquilo que critica.A denegrir o pensamento do «povo» que pôe entre aspas.Está perigosamente perto de dizer na cara do leitor que ele até sai do seu pedestal e põe as coisas em termos para-burros para o beneficio da humanidade.Pode ter sido um dos maiores pensadores da história da humanidade,um dos verdadeiros activadores do pensamento individual,revolucionário,um mestre,pode estar podre de razão mas estraga tudo pela maneira de expor os seus pensamentos!Insultar a inteligência dos esforços da humanidade é crasso...no meu dicionário é.Haja fair play!
A unica sabedoria que pude encontrar na minha vida foi a noção de Aceitação.Respeito até pelos que não concordam conosco,até pelos que nos prejudicam.
Eu compreendo que o tempo em que viveu era regido por outras regras...o pensamento vivia nos freios do cristianismo e de outras 'programações',sei que alguém que se revolta contra um pensamento instituido pela sociedade precisa de muita força para o fazer e que esse esforço corrompa a noção de gentileza do individuo em causa.Confesso que procurava a verdade quando o quiz ler,e obtive-a o que não esperava era de uma dose tão grande de arrogancia e prepotência quase adolescente.Espero do fundo do coração tê-lo percebido mal...

Perfiro o 'Realidades imaginadas' de Paul Watzlawick...é muito mais humilde.Consigo apreciá-lo muito mais,só pela cordialidade com que escreve.E é tão provocante como Nietsche,apenas muito mais suave.Acho que por não conhecer mais que a liberdade de expressão de que usufruimos hoje não me lembro facilmente que nem sempre foi assim.

Enfim dão-me cabo da cabeça e da imaginação.Acho que este tipo de livros eram exactamente o que eu procurava há uns anos atrás.Era muito mais ávida do pensamento racional.Trasformou-me no que Nietsche descreve como ''niilismo e índice de uma alma desesperada e fatigada até à morte''...como qualquer adolescente deve ser.

Mesmo assassinando as minhas ideosincrasias é bom lê-los...enfim,acho que já fui mais forte.Malditos pensadores...

aware
publicado por aware às 00:07
| comentar
|
3 comentários:
De a 14 de Novembro de 2005 às 00:47
Ler é sempre bom...
Realmente a humildade é uma das coisas que mais aprecio e que, infelizmente, pouca gente tem.
Gostei das tuas reflexões e, por mais que possam escrever sobre a realidade nua e crua, nunca te esqueças que somos nós quem construimos a nossa própria realidade. Se não houver sentimento e subjectividade envolvido, então esse conhecimento não é humano.*Samuel
(http://www.samuelcoelho.blogspot.com)
(mailto:unklesamuel@hotmail.com)
De a 14 de Novembro de 2005 às 00:31
Uma coisa é certa .. não existem verdades absolutas.. porque se existissem o mundo parava, estagnava. Verdades absolutas são apenas as da igreja.. mas essas a partir do momento em que se sai da porta da igreja perdem muito do seu absolutismo. Estou a ver que o livro ficou aquém das expectativas e pelo que vejo, muito provavelmente também teria a mesma opinião. Como dizes.. é melhor continuar pelas realidades imaginadas mas não esquecendo as outras, claro.
Eu diria antes, abençoados pensadores.. porque nos fazem reflectir e dar estas opiniões e construir a nossa própria visão :) ******Ser-se em Palavras
(http://www.longtakk.blogs.sapo.pt)
(mailto:golden_sky_@hotmail.com)
De a 14 de Novembro de 2005 às 00:18
Gostei de ler esta tua reflexão sobre as tuas ultimas leituras. É sempre bom ler livros, porque isso nos faz mais cultos, e faz-nos ter opinião sobre as coisas como tu aqui o demonstras.
Boa semana.
Å®t_Øf_£övë
(http://bizaazul.blogspot.com)
(mailto:bizaazul@iol.pt)

Dezembro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30
Hit Counter

...recent dreams

Home

The gates

sidartha

Burnt Wings

Ouro

Sleepwalker

Red

Luz e solidão.

Art of Peace

golden brown

...other dreams

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

...other dreamers

...other dreams

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

...other dreamers