Domingo, 30 de Abril de 2006

Bob Dylan



Quero fugir ao meu corpo esta noite, abro as janelas e desespero.

Enquanto passava as mãos pela terra, vi as ervas ondularem na brisa...o cheiro tão doce. No céu vi um pequeno avião de brincar, era vermelho e branco.
Tirei os sapatos e corri pela estrada de terra,entrei no pomar afastando com os braços os ramos de laranjeira em flor. Segui o barulho e quando comecei a ouvir a voz acordei.

Acordei exactamente no mesmo sítio e as lágrimas correram invisíveis,como sempre.
Baixei a janela do carro e deixei o vento brincar com a minha cara...

Deitei-me e fiquei muito tempo assim...quieta a dormir de olhos abertos.

Tudo é tão perfeito e imperfeito que me assusta, assusta-me. É tudo tão real...

Fiquei no meio da rua, fechei os olhos ergui uma mão ao meu lado e outra à minha frente...comecei a dançar devagar no mesmo sítio.
As pessoas passavam mas eu não conseguia ouvir o que diziam, por isso continuei girando no vazio dentro de uma música sem nome nem som. Sempre na mesma cadência, embalando-me.

De repente senti  na ponta dos dedos uma outra mão...parei...e ela deslizou para dentro da minha. Um corpo encostou-se suavemente ao meu e preencheu o espaço entre a minha outra mão e a minha cintura. Por segundos pensei em abrir os olhos mas não consegui, fiquei apenas, quieta.

Lentamente começou a mexer-se e eu segui...encostei a cabeça no ombro invisível.

Dançámos em slow motion, como se o tempo não tivesse significado e tudo aquilo não fosse mais que a brisa sonolenta da tarde. Um infinito que acabou no momento seguinte...o movimento parou,ergui a cabeça e senti a mão fugir à minha. Senti-a na minha cara...

Quando abri os olhos a rua estava vazia. Baixei os braços...acordei.

As árvores balançaram, um gato branco passou a estrada e dois cavalos dormiam juntos no chão,encostados um ao outro na luz dourada da tarde. Esta é a minha terra...a nova estação, este cheiro tão doce de realidades irreais está a ensandecer-me. Não consigo dormir.
...

Hey! Mr. Tambourine Man, play a song for me,
I'm not sleepy and there is no place I'm going to.
Hey! Mr. Tambourine Man, play a song for me,
In the jingle jangle morning I'll come followin' you.

Though I know that evenin's empire has returned into sand,
Vanished from my hand,
Left me blindly here to stand but still not sleeping.
My weariness amazes me, I'm branded on my feet,
I have no one to meet
And the ancient empty street's too dead for dreaming.

Hey! Mr. Tambourine Man, play a song for me,
I'm not sleepy and there is no place I'm going to.
Hey! Mr. Tambourine Man, play a song for me,
In the jingle jangle morning I'll come followin' you.


...
Far from the twisted reach of crazy sorrow
                                   ...
Let me forget about today until tomorrow.

-------------------------------------------------------------
...i would have died for a kiss today.

Aware
publicado por aware às 22:46
| comentar
|
3 comentários:
De Ser-se em Palavras a 1 de Maio de 2006 às 05:01
Lindo... pareces estar num mundo dentro de outro mundo.. a realidade ganha varios sentidos e emoções, as cores misturam-se, as coordenadas dos caminhos misturam-se, um amontoado de cores e sons..
Continua.. :) Beijinho**
De Maria Papoila a 1 de Maio de 2006 às 22:04
Como sempre escreves sensações como nenhum outro. Gosto imenso do que escreves pela capacidade que tens de nos fazer entrar no espelho, e passarmos para o outro lado de ti. Beijo
De Aran_aran a 1 de Maio de 2006 às 23:38
Fantástico, de tal modo que eu até me arrepiei ao ler-te (no bom sentido, claro) e ainda faltam os anteriores... mas vou lendo-te amiga... um beijinho grande e inté

Dezembro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30
Hit Counter

...recent dreams

Home

The gates

sidartha

Burnt Wings

Ouro

Sleepwalker

Red

Luz e solidão.

Art of Peace

golden brown

...other dreams

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

...other dreamers

...other dreams

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

...other dreamers