Quinta-feira, 2 de Fevereiro de 2006

eu sou o ar que respiras...

ocean.jpg

Vagueio pelo não ser...assusto as pessoas com as minhas verdades.E com as minhas mentiras...

Eu sou absoluta.

Em cada gesto,em cada respiração...completamente.
Vivo o mundo pelos olhos,pelas mãos, pelos cheiros...pelo gosto.
Tudo como se fosse a ultima vez.
A unica maneira de honrar a vida,a unica maneira de tudo ter valor...o significado perde-se tão facilmente no barulho das cidades.

Hoje caminhei na praia...sinto que por caminhar ao lado da água aprendi muito.Naquele momento pareceu-me até que aprendi tudo...só por estar,só por ser e andar na areia.

Lembro-me de tudo o que aconteceu e parecem-me outras vidas...o significado das coisas muda com o tempo.Tudo se transforma em outra coisa qualquer e a memória original parece ter sido concebida por outra pessoa.Alguém que me viveu...
Já desisti de querer quem me compreenda...mas continuo a querer que me queiram.
Continuo a torturar-me para descobrir o segredo...o segredo da alma humana.O amor seria tão mais fácil...eu sei.Não gosto do que é fácil,estupidamente.

Descobri que o amor se chama vazio...e que quero enlouquecer.

Perco-me na musica...Planet Caravan,conheces?Black Sabath...Numa outra vida embebedei-me com esta musica,deitada na cama de alguém.Lembro-me de olhar as estrelas...e de ver a paisagem no luar.
O fumo do cigarro a flutuar lentamente na brisa fresca e branda.
Como um disco partido deixo-a tocar até que adormeça...apetecem-me musicas assim,repetidas.Não sei porquê,sei que as amo sempre da mesma maneira.

Preciso de me adormecer nesta solidão.

Amando...respirando a minha alma.

Aware

publicado por aware às 02:30
| comentar
|
1 comentário:
De a 2 de Fevereiro de 2006 às 03:03
São tortuosos os caminnhos da mente. Quando bebemos o mundo pelos sentidos, podemos respirar tranquilos, pois tudo é fácil: dor, felicidade ou matizes destas. Mas quando queremos compreender, chocamos contra uma dura parede: porque sofremos? porque há gente só? porque há fome e miséria? qual o porquê de haver crime? Tantos porques e porquês e tão poucos por que. Mas continuamos tentando, batendo com a cabeça na parede, sem repararmos que (muitas vezes) tem uma porta ali ao lado.Mitos & Lendas
(http://mitoselendas.blogs.sapo.pt)
(mailto:henriquemoreira1@hotmail.com)

Dezembro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
14
15
16
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30
Hit Counter

...recent dreams

Home

The gates

sidartha

Burnt Wings

Ouro

Sleepwalker

Red

Luz e solidão.

Art of Peace

golden brown

...other dreams

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

...other dreamers

...other dreams

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

...other dreamers